O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná foi fundado no dia 15 de novembro de 1987. Sua criação representa o êxito na organização dos jornalistas do Norte do Estado. O Sindicato surgiu, inicialmente, como uma associação profissional, reunindo jornalistas de Londrina, Apucarana e de Maringá – que estavam descontentes com a gestão na época do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná. Em pouco tempo o grupo conquistou a Carta Sindical e ampliou sua área de atuação.

Histórico

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná surgiu em meio a impasses históricos com o Sindicato dos Jornalistas, com sede na capital. Um deles, em 1975, envolveu dois repórteres da Folha de LondrinaEdilson Leal de Oliveira e Joana D’Arc Lopes, que decidiram promover uma missa em louvor ao colega Vladimir Herzog, assassinado pelas torturas recebidas nas dependências do DOI-CODI do II Exército. Na época, os profissionais procuram o principal responsável pelo jornal, que não quis ceder o salão da Folha para o ato.

Diante da negativa, os dois procuraram, então, o responsável por outro veículo de comunicação (Jornal Panorama), que deu autorização para uso das instalações do local, desde que o Sindicato dos Jornalistas, em Curitiba, apoia-se o ato. Só que o Sindicato negou o suporte e desautorizou o uso do nome da entidade na ação. Frustrados, os profissionais, por fim, conseguiram realizar a missa para o colega, mas a situação acabou sendo um estopim para a fundação, anos depois, do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná.

Confira o documento histórico clicando neste link.

Área de atuação

Nossa base territorial abrange os seguintes municípios da região Norte do Paraná: Alvorada do Sul, Apucarana, Arapongas, Astorga, Bela Vista do Paraíso, Cafeara, Cambé, Cambira, Centenário do Sul, Colorado, Cornélio Procópio, Florestópolis, Flórida, Guaraci, Ibiporã, Iguaraçu, Itaguajé, Jaguapitã, Jandaia do Sul, Jataizinho, Leópolis, Lobato, Londrina, Lupionópolis, Mandaguari, Marialva, Maringá, Miraselva, Munhoz de Melo, Nossa Senhora das Graças, Porecatu, Primeiro de Maio, Rancho Alegre, Rolândia, Sabáudia, Santa Fé, Santa Inês, Santo Inácio, Sertaneja, Sertanópolis e Uraí.

Compartilhe: