Aquele “textão” necessário sobre a terceirização

Publicado em

Fui dormir agoniada depois da notícia de que o STF “pacificou” a questão das terceirizações da atividade-fim. A maioria dos ministros entendeu que o fato não precariza as relações de trabalho e ainda gera empregos. Parece-me que os argumentos apresentados pelos ministros esbarram no dia a dia dos trabalhadores, contradição esperada diante da distante realidade… [ LEIA MAIS ]