FENAJ repudia demissões em Alagoas em retaliação à greve

Publicado em

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), entidade máxima de representação da categoria, vem a público expressar seu mais veemente repúdio às demissões de 15 jornalistas pela Organização Arnon de Melo (OAM), que congrega a TV Gazeta (afiliada da Globo), o Portal G1 Alagoas e a TV Mar. As demissões ocorreram um dia após o encerramento… [ LEIA MAIS ]

Justiça considera ilegal demissão de dirigente sindical

Publicado em

O juiz da 8ª Vara do Trabalho de Londrina, Daniel José de Almeida Pereira, considerou nula a rescisão do contrato de trabalho feita pela TV Tarobá da jornalista e secretária-geral do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Londrina (Sindijor Norte PR), Ticianna Mujalli. No despacho, o magistrado entendeu que a empresa agiu de forma contrária as… [ LEIA MAIS ]

Dirigente sindical é reintegrada

Publicado em

A dirigente sindical Ticianna Mujalli foi reintegrada ao trabalho na manhã desta quarta-feira (23), na Tarobá. Ela, que era repórter de TV, foi readmitida em nova função, na Tarobá News, divisão de notícias online da empresa. A recepção da jornalista foi realizada pelo diretor da empresa, Marcelo Berkowitz. A reintegração da jornalista só foi possível… [ LEIA MAIS ]

Juiz determina imediata reintegração de diretora do Sindijor Norte PR

Publicado em

A TV Tarobá sofreu novo revés na Justiça, o quarto num intervalo de 45 dias, após demitir ilegalmente a secretária-geral do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná (Sindijor Norte PR), Ticianna Mujalli. O juiz da 8ª Vara do Trabalho em Londrina, Daniel José de Almeida Pereira, determinou a imediata reintegração da sindicalista para o… [ LEIA MAIS ]

TV Tarobá afronta Justiça do Trabalho

Publicado em

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná repudia, com veemência, atitude da direção da TV Tarobá em afrontar, sistematicamente, a Justiça do Trabalho. Depois de demitir, arbitrariamente, a diretora Ticianna Cunha Mujalli em desrespeito à legislação trabalhista em vigor, a TV Tarobá se nega a cumprir determinação judicial. A diretora sindical teve sua… [ LEIA MAIS ]

Dispensa de dirigente sindical sem instauração de inquérito judicial é nula

Publicado em

A Súmula 379 do Tribunal Superior do Trabalho já pacificou a questão: dirigente sindical só pode ser dispensado por falta grave, devidamente apurada em inquérito judicial. Caso contrário, a rescisão contratual é nula. Foi com base nesse entendimento que a 8ª Turma do TRT-MG decidiu manter a sentença que declarou a nulidade da dispensa por… [ LEIA MAIS ]