As demonstrações contábeis, encerradas em 31 de dezembro de 2021 e 31 de dezembro de 2020 (comparativas), compreendidas: o Balanço Patrimonial, a Demonstração do Superávit ou Déficit, a Demonstração das Mutações do Patrimônio Social (DMPS), a Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC) e as Notas Explicativas, apresentam observância aos Princípios Contábeis e foram elaboradas em conformidade com a ITG 2002 (R1) – Entidade sem Finalidade de Lucros aprovada pelo CFC – Conselho Federal de Contabilidade.

O resultado foi apurado em 31 de dezembro de 2021 e 31 de dezembro de 2020 (comparativamente) e está em obediência ao regime de competência, que estabelece que as receitas e despesas devem ser incluídas na apuração dos resultados dos períodos em que ocorrem, sempre simultaneamente quando se correlacionarem, independentemente de recebimento ou pagamento.

Receitas e Despesas

As receitas da entidade são apuradas pelo valor justo recebido com base nas notas fiscais e as despesas da entidade pelo valor justo incorrido através de notas fiscais e recibos, em conformidade com as exigências legais e fiscais.

Eventualmente a entidade recebe doações de pessoas físicas e/ou pessoas jurídicas. No ano de 2021, a entidade não recebeu doações.

Os recursos da entidade foram aplicados em suas finalidades institucionais, de conformidade com seu Estatuto Social, demonstrados pelas suas Despesas e Investimentos Patrimoniais.

As gratuidades oferecidas aos associados em geral são registradas nas suas contas de despesas, não há segregação de contas, uma vez que todo o recurso obtido pela entidade é revertido à comunidade através de suas atividades sociais.

Acesse a Prestação de Contas de 2021:

Baixe o arquivo em PDF clicando aqui .


Prestação de contas publicada no jornal Folha de Londrina do dia 22 de março de 2022 – clique aqui e baixe o arquivo .

Compartilhe: